• emfmkt

Black Friday, dados de atividade na China e Zona do Euro e tarifas sobre aço e alumínio no Brasil

XP Morning Call - 02/12/2019




Após o Ibovespa ter acumulado queda de 0,4% na semana passada, mercados internacionais iniciam a semana em alta, com as bolsas reagindo positivamente aos dados de atividade (PMI) melhores que o esperado na China e Zona do Euro.


O PMI do setor industrial da China avançou de 51,7 em outubro para 51,8 em novembro, maior nível desde dezembro de 2016. A leitura acima de 50 indicou expansão da atividade econômica chinesa pelo quarto mês consecutivo. Enquanto isso, na Zona do Euro e no Japão, o PMI do setor industrial permaneceu abaixo de 50, mas surpreendeu as expectativas em ambas as economias. Os dados reforçaram a mensagem de que o risco de recessão das principais economias globais tem se tornado cada vez menor.


Tais dados, juntamente a Black Friday recorde nos EUA, com US$ 7,4 bilhões em vendas online, adicionam otimismo nos mercados globais, que acumulam três meses seguidos de ganhos. Os investidores procurarão mais razões para continuarem otimistas nos dados de atividade e de empregos americanos que serão divulgados nesta semana, enquanto a falta de progresso em direção a um acordo comercial EUA-China ainda gera preocupação.


No Brasil, o governo federal começa a primeira semana de dezembro em busca de um ajuste com os congressistas, ainda em razão da aprovação da reforma da Previdência, para conseguir iniciar 2020 com perspectivas de avanços na pauta macro econômica. No Senado, é esperada a apresentação de relatórios de duas das PECs do programa Mais Brasil na Comissão de Constituição e Justiça, mas as votações devem acontecer apenas em 2020.


A semana deve ter ainda tentativa de votação do Marco Regulatório do Saneamento na Câmara e, no Congresso, as discussões sobre manter ou não vetos de Jair Bolsonaro à reforma eleitoral aprovada neste ano – o que pode ser um bom termômetro da relação do Planalto com os parlamentares.


Nesta manhã, destaque para tweet do presidente dos EUA, Donald Trump, retomando tarifas para aço e alumínio importados do Brasil e da Argentina. Vale relembrar que o Brasil operava no regime de cotas com teto na média exportada em 2018. Como o volume exportado em 2019 não foi muito diferente de 2018, o impacto das taxas foi pequeno. Com a retomada das tarifas integralmente, esperamos uma reação negativa das siderúrgicas na abertura do pregão de hoje. Gerdau deve sofrer um impacto menor, pois aproximadamente 25% do seu resultado vem dos EUA.


No setor de varejo, destacamos o sólido crescimento de 24% das vendas do e-commerce no Brasil durante a Black Friday desse ano, de acordo com os dados do Ebit. O faturamento de R$ 3,2 bilhões foi principalmente impulsionado por um aumento de 25% no número de pedidos. Além disso, as vendas feitas através de celulares cresceram 95% A/A, alcançando 52% do total (vs. 32% no ano anterior).


Além disso, notícias apontam quea Petrobras selecionou a petroleira chinesa Sinopec, o fundo de investimentos de Abu Dhabi Mubadala Investment e as brasileiras Ultrapar e Raízen para participar da segunda fase do processo de venda de quatro refinarias: RLAM, Refap, Repar e Rnest. A estatal brasileira teria recebido as ofertas não vinculantes para tais ativos em novembro, e as vinculantes devem ser apresentadas até meados de janeiro. Nas nossas estimativas, tais refinarias poderiam valer entre US$11,1 a US$12,2 bilhões, sendo peças fundamentais do plano de venda de ativos da Petrobras.


Por fim, publicamos nosso Panorama de Mercado para o mês de dezembro com as nossas Top 10 Ações XP e o que você precisa saber para investir este mês. Na carteira de dezembro, retiramos B2W (BTOW3), EDP (ENBR3) e Azul (AZUL4) e incluímos Via Varejo (VVAR3), Vale (VALE3) e Ecorodovias (ECOR3).


Fonte: XP Investimentos

0 visualização

Endereço:

Wall Street Empresarial, Av. Luís Viana, 6462, SALA  1216, Torre Weast - Patamares, Salvador - BA, 41680-400

Redes Sociais:

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Telefones / Whatsapp:

Desenvolvido e gerenciado por: