• emfmkt

Como começar a Investir?




O PROCESSO ATÉ O PRIMEIRO INVESTIMENTO


1º PASSO: Fuja dos bancos.

Se você deseja ter os melhores rendimentos, fuja do banco.

2º PASSO: Zerar as dívidas

As taxas de juros no Brasil são elevadas para o consumidor, e dificilmente você conseguirá replicar essas taxas nos investimentos.

Com divídas não há clareza.

3º PASSO: Poupar dinheiro

Desenvolver o hábito de poupar com disciplina. Quanto maior for a capacidade de poupança, maior a capacidade de investir.

4º PASSO: Ter objetivos e metas claras

É importante ter um alvo mensal e anual quanto as suas aplicações, isso te ajudará a manter o foco bem como, alimentará o hábito de investir.

5º PASSO: Estude sobre o Mercado

Conheça o seu perfil de investimento, respeite os seus valores , conheça os produtos disponíveis e que estão de acordo com os seus objetivos, já traçados no processo de Coaching. Ninguém cuidará melhor do seu dinheiro do que você.

6º PASSO: Comece pequeno

Você precisa começar com o que pode, de maneira disciplinada e recorrente. Não espere ter grandes montantes. Mas tenha suas metas claras.

7º PASSO: Escolha uma corretora – Prática

Estude as corretoras que mais atendem suas necessidades e com as menores taxas administrativas.

Não há custo abrir uma conta, e as principais corretoras focadas em pessoas físicas levam no máximo dois dias para autorizar seu cadastro, que será individual.

8º PASSO: Diversificar, após construir seu colchão Financeiro.

Depois de construir o seu colchão financeiro você deverá diversificar quanto aos produtos na sua carteira de investimentos, parte em renda fixa e parte em renda variável.

DECISÃO DE INVESTIMENTO

Quanto será investido?

Tenha metas claras

Onde aplicar essa quantia?

Se ainda está desenvolvendo o hábito de poupar pode iniciar com a poupança e migrar logo que perceber que o hábito se estabeleceu.

Reavaliação contínua do processo

Acompanhe os resultados alcançados


DIFERENÇA ENTRE RENDA FIXA E RENDA VARIÁVEL

As diferenças entre renda fixa x renda variável podem influenciar em quanto o seu dinheiro renderá ao longo do tempo:


PERFIL DO INVESTIDOR

A análise do perfil do investidor é feiro por todas as instituições financeiras que fornecem produtos do mercado financeiro. Assim sendo, o investidor pode ser enquadrado, geralmente, em três tipos de perfis, já que há outros perfis definidos por certas instituições.

Vamos mencionar os três perfis de investidor usualmente encontrados: conservador, moderado e arrojado.

CONSERVADOR

Esse é o tipo de investidor que prefere ter segurança e a possibilidade de maior liquidez nos investimentos. Mesmo que, para isso, abram mão de alta rentabilidade.

Em geral, são os investidores que buscam opções de renda fixa, mas que também transitam pelos de renda variável.

MODERADO

Esse é o tipo de investidor que opta por correr algum risco, apesar de também apreciarem a segurança dos investimentos de renda fixa. Desejam, em geral, obter retorno acima da média.

Então aceitam um risco um pouco maior do que o conservador. Os investimentos de renda variável aparecem mais dentro desse perfil.

ARROJADO

Aqui estão os investidores que têm conhecimento e assumem a responsabilidade de correr riscos para obter o retorno que desejam.

Entretanto, segundo os especialistas, esse perfil apresenta investidores que correm apenas riscos calculados, que estejam de acordo com o planejamento de longo prazo.



O QUE SÃO CORRETORAS?

· São instituições que operam com compra, venda e distribuição de títulos e valores mobiliários, ou seja, que fazem a intermediação dos investidores com a Bolsa de Valores

· O exercício da sua atividade precisa ser autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

COMO ESCOLHER UMA BOA CORRETORA?

· Não existe A MELHOR corretora.

· Existem várias opções, vários perfis, diferentes tipos de atendimento, produtos ofertados e serviços prestados. É necessário que VOCÊ escolha a casa que mais se alinha às suas preferências.

CUSTOS PARA ABRIR UMA CONTA NA CORRETORA

· Não há custo abrir uma conta

· Principais corretoras focadas em pessoas físicas levam no máximo dois dias para autorizar seu cadastro, que será individual.

EM QUANTAS CORRETORAS POSSO TER CONTA?

· Você pode ter contas em quantas corretoras desejar

· Poderá fazer a portabilidade de seus ativos (como ações e títulos de renda fixa) e começar a investir por meio de outra, se quiser.

· Todo o processo de abertura de conta e de investimento é feito de forma 100% online.

CRITÉRIOS IMPORTANTES NA HORA DA SELEÇÃO DE UMA CORRETORA:

· Ferramentas diferenciadas: aplicativo para smartphones, aluguel de ações no home broker, gráfico de cotações, calculadora de IR, etc.;

· Pessoas: bons administradores e serviço de atendimento realizado por profissionais preparados, meios de contatos eficazes por telefone, e-mail e chat online;

· Diversidade de produtos: Tesouro Direto, títulos de renda fixa privados de vários emissores, ações, fundos imobiliários, bons fundos de investimento, etc.;

· Custos: taxas de corretagem e custódia competitivas. Mas tome cuidado: nem sempre o mais barato é o melhor e, em muitos casos, vale a pena pagar mais por um serviço mais completo;

· Analistas: atenção às recomendações, pois pode haver conflito de interesse; os profissionais precisam fazer corretagem para gerar resultado para a corretora ou para cumprir metas pessoais.

UTILIZAR CORRETORA É SEGURO?

· A corretora é somente uma intermediária para investir em ativos financeiros, como títulos públicos e privados, fundos de investimentos e ações.

· Se a sua corretora vier a falir, você não perderá o seu dinheiro caso ele esteja aplicado e em seu nome.

· Não deixe dinheiro parado na conta da sua corretora. Se a sua corretora vier a falir, esse dinheiro entrará junto à sua massa falida. Mesmo que isso aconteça, você poderá contar com a garantia de até R$ 120 mil do Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos (MRP), braço da BM&FBovespa.

· Verifique se os seus investimentos estão no seu nome. Ativos de renda fixa e renda variável são registrados com o CPF dos investidores.

CORRETORAS INDEPENDENTES VS CORRETORAS DOS GRANDES BANCOS

· As corretoras independentes costumam contar com maior variedade de produtos/

· Os grandes bancos tendem a oferecer apenas produtos da própria instituição (embora este cenário esteja mudando), limitando o acesso a outros ativos que podem ser mais rentáveis.

TAXAS COBRADAS PELAS CORRETORAS

· Taxa de administração para Tesouro Direto: para operar no Tesouro Direto, é necessário que o investidor tenha conta em uma instituição habilitada (banco ou corretora — consulte a lista aqui). Essas instituições podem cobrar uma taxa pela intermediação, mas grande parte das corretoras (inclusive as dos grandes bancos) tem isentado o investidor desse custo.

· Taxa de custódia: é o valor cobrado pela guarda de ativos pela B3 e pelos serviços oferecidos pela corretora. Pode ser uma taxa fixa ao mês ou variar conforme a quantidade de transações e os valores investidos. Grande parte das corretoras, especialmente as independentes, tem isentado o investidor desta taxa. Já em outras, esse benefício pode ser concedido a partir de determinado número de operações realizadas ao mês.

· Taxa de corretagem: é cobrada a cada ordem executada (compra ou venda) e geralmente independe do valor financeiro movimentado.

· Transferência para conta bancária: pode ser cobrada (é opcional) uma taxa para transferência (TED) de recursos da conta de uma corretora para a de um banco. Vale ressaltar que, no caso dos grandes bancos, é necessário que você tenha conta na instituição bancária para poder operar na corretora.

Esses são os custos operacionais mais comuns (Tesouro Direto, renda fixa e renda variável), mas lembre-se de conferir as demais tarifas cobradas pela sua corretora antes de aplicar.

ABRIR CONTA NA CORRETORA – NA PRÁTICA – PASSO A A PASSO

MONTAR A ESTRATÉGIA PARA O COLCHÃO FINANCEIRO OU DE LIQUIDEZ

1. O primeiro passo a ser dado por QUALQUER INVESTIDOR, independentemente do tamanho do seu patrimônio ou do seu apetite por risco, é a formação de um colchão de liquidez.

2. A aplicação escolhida deve apresentar o menor risco possível. A ideia aqui não é buscar altas rentabilidades, mas, sim, a preservação do capital.

3. Alta liquidez, ou seja, a possibilidade de resgate praticamente imediato, pois você poderá precisar desse dinheiro de uma hora para outra;

Você já sabe como calcular o seu colchão financeiro.

ONDE INVESTIR?

Poderá investir em um produto de renda fixa com liquidez diári (retirada em D+0):

- Títulos Publicos;

- Fundos de Investimentos;

- CDBs

- Tesouro SELIC

- Tesouro Direto


#investimento #investimentos #tesourodireto #coaching #coachfinanceiro #coachingfinanceiro

0 visualização

Endereço:

Wall Street Empresarial, Av. Luís Viana, 6462, SALA  1216, Torre Weast - Patamares, Salvador - BA, 41680-400

Redes Sociais:

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Telefones / Whatsapp:

Desenvolvido e gerenciado por: